Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Música que exprime sentimentos muito comuns, muito difíceis de ser explicados, identificados. Quando parece que estamos vivendo novamente o mesmo martírio.
Quando deixamos de nos reconhecer, de perceber nossas atitudes, deixamos de SER.
E parece que apenas existimos, sem SERMOS notados no meio do imenso universo. A mera existência sem propósito.

AQUI

"Às vezes acho
Que eu fiquei louco
Me dando conselhos
Até ficar rouco
Às vezes acho
Que perdi a memória
Contando de novo
A mesma história...

Aqui onde as horas não passam
Aqui onde o Sol não me vê
Aqui onde eu não moro
Não existo sem você...
Me olho no espelho
E me vejo do avesso
O mesmo rosto
Que eu não reconheço
O rádio ligado
Chuva e calor
As gotas me ferem
Mas não sinto dor...
Aqui onde as horas não passam
Aqui onde o Sol não me vê
Aqui onde eu não moro
Não existo sem você..."

Capital Inicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário