Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 12 de março de 2012

Rosas

É claro que a vida ensina a gente o caminho da felicidade.

A história da desilusão é sempre a mesma, pra todo mundo. O aprendizado que se leva dela é o diferencial. Muitas pessoas preferem sofrer e se desintegrar em lágrimas após uma desilusão (seja de qual tipo for).

Outras sofrem, sofrem até toda a tristeza ser colocada pra fora. Mas depois fazem uma força para, conscientemente, tirar uma lição da situação.

Nem toda a vida é feita de rosas. Isso é pra toda a humanidade.

Mas pode ser que a desilusão venha mesmo pra orientar. Pra mostrar novos caminhos. Pra clarear as idéias, ou extinguir dependências nocivas pra nós.

Acreditar 100% em todo o mundo não traz saúde pra ninguém. Claro que não podemos viver desconfiados de nossas sombras... Mas as dores da vida acabam “calejando” um pouco nossos pés. E assim o caminho fica menos arriscado daí em diante.

Desilusão não é fácil. É frustração misturada com tristeza, decepção, desorientação...

Mas que bom que a ficha cai! Que a visão clareia! Será que tem algum propósito?

Mas é claro que tem um propósito! A vida não faria isso com a gente pelo simples prazer em nos ver sofrer. Não pode funcionar assim.

Prefiro acreditar na beleza por traz disso, na magia. No auto-aprendizado pelos nossos erros e acertos. No renascimento das rosas, ainda mais bonitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário